quarta-feira, 3 de agosto de 2016

O projeto que continua


Na década de 90 a Cruz Azul de Portugal, com a cumplicidade da Assembleia de Deus do Fogueteiro e especial empenho do Emanuel Gonçalves, foi notícia, especialmente no Concelho do Seixal, dando que falar nos meios de comunicação social local, autarquias e associações dos arredores. 


terça-feira, 2 de agosto de 2016

Propósito e compromisso


Em qualquer lugar que estejamos devemos saber o que estamos ali a fazer. Especialmente um grupo de apoio é um grupo de crescimento, desenvolvimento pessoal e libertação do que nos aflige. Portanto, é da responsabilidade de cada um comparecer sóbrio e com contade de colaborar.

Os doze passos e versos bíblicos


O programa de Doze Passos foi criado nos Estados Unidos em 1935 por Bill W. e Dr. Bob S., inicialmente para o tratamento do alcoolismo mas mais tarde estendeu-se a praticamente todos os tipos de dependência química e não só. 

É uma estratégia central da grande maioria dos grupos de ajuda mútua para o tratamento de dependências ou outros comportamentos compulsivos, sendo mais conhecidos os Alcoólicos Anônimos (e grupos relacionados como Al-Anon/Alateen, vacacicionados para as famílias de alcoólicos) e também Narcóticos Anônimos.

Ferramentas básicas


Um grupo de apoio é uma ferramenta estratégica e importante para a reinserção do indivíduo na família, na igreja e na sociedade, proporcionando-lhe a oportunidade de desenvolver as suas aptidões humanas e sociais no meio onde vive, quer tenha passado por um programa de tratamento em regime de internamento ou tenha optado por um novo estilo de vida no próprio grupo que o acolheu.

História dos nossos grupos

(Ver anotação abaixo)
Foi no ano de 2001 que a Cruz Azul de Portugal adoptou e desenvolveu o programa “Alcoholic Victorious” o qual surgiu nos E.U.A. em 1948. Neste programa são utilizados os Doze Passos dos Alcoólicos Anónimos e também um Compromisso.

Os "Alcoólicos Vitoriosos" não pretenderam ser mais uma organização, mas um programa de intervenção e uma área de intervenção do trabalho da Cruz Azul. Durante três anos estiveram em funcionamento três grupos e os primeiros aderentes a este programa foram uma jovem de 26 anos e um jovem de 33 de idade. Ambos permanecem sóbrios até hoje.

Regras de participação

1. Quando participar, comece por se apresentar. O seu primeiro nome é suficiente. 

2. Devemos ser honestos ao falarmos das nossas lutas e dores. Estamos aqui para compartilhar as nossas experiências, as nossas forças e as nossas esperanças. Necessitamos de ouvir a sua experiência e notar melhoras em si. 
Fale a seu respeito e não de outras pessoas. 


Linhas orientadores dos grupos de apoio Cruz Azul



1. Visão: A Cruz Azul é um movimento cristão global que intervém na questão do álcool e outras drogas, procurando melhorar a qualidade de vida através do verdadeiro amor, fé e liberdade.

2. Missão: Tem como princípios e objectivos: enfatizar o trabalho com a ajuda de Deus e a Sua Palavra; afirmar que a verdadeira liberdade vem através da fé em Jesus Cristo; promover a abstinência como uma ferramenta básica para prevenir e ultrapassar a dependência do álcool e outras drogas; enfatizar a importância da abstinência como uma escolha pessoal e um acto de solidariedade; promover eventos sem álcool e outras drogas.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

João Viegas


O meu nome é João Carlos de Jesus Viegas, tenho 37 anos, casado com uma bela mulher e sou um Pastor do Evangelho, do Caminho de Jesus Cristo.

Sou o fundador e Pastor principal dos “MINISTÉRIOS JOÃO VIEGAS - MISSÃO EVANGÉLICA INTERNACIONAL”, um ministério não-denominacional, o qual pertence à família de Deus, e que está sediado em Lisboa (Pontinha).

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Corpos sociais 2016-2020


A Assembleia-geral da Cruz Azul elegeu no dia 16 de Julho de 2016 os seus novos corpos sociais para o quadriénio 2016-2020.

A eleição deveria ocorrer apenas no fim do ano corrente, porém a ausência forçada e imprevista de diferentes membros dos três órgãos sociais forçou a antecipação desta assembleia, fruto também da necessidade de resolver algumas questões que não poderiam ser por mais tempo adiadas.

José Brissos-Lino


Sou pastor protestante, investigador e docente universitário.

A Cruz Azul de Portugal é uma instituição de inspiração cristã, muito válida e necessária no nosso país, e que merece todo o apoio.

Aceitei este cargo porque tenho estado sempre ligado ao sector da solidariedade, em organizações de carácter social e humanitário, e sobretudo por ver a necessidade desta instituição num momento crucial da sua vida. Mas também porque desejo que tenha o sucesso que merece.

José Brissos-Lino

(Mandato 2016-2020)

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Convocatória Assembleias 53 e 54




Em virtude de não ter sido possível a realização da Assembleia-geral 53 voltamos agora a insistir com a sua repetição e também com a eleição de novos órgãos sociais por motivo de o anterior mandato ter ficado desprovido, por diversas circunstâncias, de alguns elementos dos três órgãos da instituição.

Informamos que no decorrer dos trabalhos de assembleia não serão lidos documentos, planos relatórios de actividades ou, no caso, os estatutos, cujo conteúdo já foi aprovado, faltando agora apenas a aprovação do texto e ortografia final. Todos os documentos privados estão disponíveis aos sócios através de link fornecido por e-mail e os de natureza pública, disponíveis on-line através do site www.cruzazul.pt.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

Muitas felicidades Sr. Presidente



Foi a primeira vez que tivémos nos corpos sociais da Cruz Azul, em épocas diferentes pai e filho. O Pastor Timóteo Ramos Pereira, pai, foi eleito Presidente da Assembleia-geral em 1991. O seu filho, Óscar Timóteo Pereira, mais recentemente, marcou-nos com a sua presença, neste mandato e que terminará no fim deste ano de 2016.

Pai e filho colaboraram juntos na Quinta da Azambuja, lugar que começou a servir como centro de acolhimento de alcoólicos da instituição e que a Cruz Azul tinha intenção de adquirir em definitivo. Infelizmente, por trapalhadas bancárias do proprietário e uma libertação tardia de um subsídio da Segurança Social não foi possível levar este tão necessário projecto a bom termo. O Pr. Óscar confessou-me que a sua primeira actividade na instituição foi a fazer sopa para os utentes...


terça-feira, 21 de junho de 2016

Pensar o futuro


“Ainda sou do tempo”, como se costuma dizer, em que editávamos o boletim Coragem, enviávamos por correio, o resultado dos donativos recebidos cobria as despesas, e a diferença aplicávamos no desenvolvimento e acção do nosso trabalho de prevenção primária. Hoje, estamos a enviar uma carta muito simples para apenas 70 apoiantes do ficheiro que resta dos 2.000 endereços que tínhamos naquele tempo. Ainda assim este esforço resulta em mais donativos do que os 2287 e-mails que estamos a enviar com o mesmo conteúdo.

terça-feira, 31 de maio de 2016

A cobra


Uma mulher tinha uma cobra de estimação que amava muito. A cobra media cerca de dois metros e meio de comprimento. Um dia o animal simplesmente parou de se alimentar...


Após várias semanas tentando tudo o que podia para fazer a cobra comer, a mulher levou-a ao veterinário. Ele fez algumas perguntas sobre o comportamento do animal nos últimos dias: "Quando você dorme com ela na sua cama, na manhã seguinte, como ela está "deitada"?" A mulher respondeu: 


sábado, 28 de maio de 2016

Balanço florestal 2015/16


Todos os anos apuramos o valor patrimonial do nosso arvoredo. Face às limitações que temos de recursos financeiros, não nos rendemos às limitações e trabalhamos a terra que Deus nos deu.

Este valor entra em contas para a valorização da propriedade. É uma estratégia que decerto irá atrair investidores, pois o terreno está a valorizar-se cada vez mais como espaço verde.